De onde vieram e vêm todas as coisas?

Tudo que existe no mundo antes esteve dentro da cabeça de alguém. A escrita, o papel, o lápis, o brigadeiro, a nave espacial, o avião, o relógio, o computador. Poderia ficar escrevendo páginas e páginas, mas o que eu pretendo é compartilhar a idéia de que todos nós somos seres criativos.

Você pode me perguntar mas o que ainda falta criar, parece que tudo já foi inventado? A boa notícia é que inventar não é apenas dar a luza a alguma coisa vinda do zero, criar algo que nunca antes se teve notícia. Implementar melhorias também é inventar.

Talvez você acredite que o que eu estou dizendo é pura balela, afirmando “A mim nunca ocorre nenhuma idéia nova.”Eu te pergunto será que você se permite criar, inventar, não ter medo de sair da caixa?

Se a resposta a essas perguntas for sim, então então eu te aconselho a divertir-se mais. A alegria ativa o lado direito do cérebro que é o hemisfério da criatividade. Outro conselho que eu posso lhe dar é não julgue suas idéias. Pratique o “como seria se…”, “o que aconteceria se ao invés de usar isso eu usasse aquilo?”

Permita-se ser um pouco louc@, tenha a coragem de romper paradigmas, questione sempre “por que tem que ser assim?”

Dê-se tempo para mergulhar na criatividade.